Doença de Paget

Data de criação 19/10/2011

Doença caracterizada por deformidades ósseas. Relativamente rara no Brasil, a Doença de Paget é mais frequente do que se imagina. Sir James Paget foi o medico inglês que primeiro descreveu esta doença no século XVIII, vendo que seu cocheiro queixava-se de aumento do crânio, já que sua antiga cartola passou a não servir mais.

CAUSA
A Doença de Paget tem causa ainda desconhecida. Decorre de uma desorganização da estrutura óssea, que passa a se remodelar desordenadamente, levando a um aumento do volume dos ossos, que podem se deformar, comprimir estruturas nobres como nervos ou vasos, ou ainda sofrerem fraturas.

INCIDÊNCIA
A Doença de Paget acomete, geralmente, pessoas com ascendentes italianos, alemães, holandeses ou ingleses e podem ocorrer vários casos em uma mesma família, com diferentes níveis de gravidade. As lesões podem aparecer em um ou mais ossos do corpo, sendo mais comuns nos ossos do crânio, bacia, vértebras, fêmur e tíbia. As concentrações de fosfatase alcalina total costumam estar bastante elevadas no sangue e ajudam a levantar a suspeita quando a doença ainda é pouco sintomática.

DIAGNÓSTICO
O diagnóstico da Doença de Paget é feito pelas características da estrutura óssea no raio X.

TRATAMENTO
O tratamento com medicamentos da família dos bisfosfonatos costuma ser bastante eficiente e controlar a atividade da doença.

Fonte: Dra. Marise Lazaretti Castro

Atualizada em: 19/10/2011

Tópicos Relacionados

doenças, ossos, Paget