Noticias da SBEM SP

<< Primeira | < Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | Próxima > | Última >>
  • Estudo aponta aumento de casos de obesidade, hipertensão e diabetes na população indígena

    Pesquisa divulgada no final de maio mostra que os casos de obesidade, hipertensão arterial e diabetes estão aumentando na população indígena. Os dados são do Inquérito Nacional de Saúde e Nutrição dos Povos Indígenas, coordenado por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

  • Pesquisa realizada no Brasil revela casos de Paralisia Periódica Tireotóxica (PPT) em pacientes ocidentais

    Uma pesquisa realizada no Brasil traz aos especialistas em Endocrinologia um alerta importante: a Paralisia Periódica Tireotóxica (PPT), conhecida como um distúrbio que acomete portadores de hipertireoidismo (que produzem muito hormônio), e manifesta-se não somente em indivíduos asiáticos (japoneses e chineses), mas também em latinoamericanos. A tese, de autoria do Dr. Magnus R. Dias da Silva, médico endocrinologista da SBEM-SP (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Estado de São Paulo) e professor da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), é resultado de um estudo realizado com um grupo de 33 pacientes, proveniente de diversas regiões do Brasil.

  • Plástico causa danos à saúde

    Confira a entrevista sobre os danos que o plástico causa à saúde, com a Dra. Ieda Verreschi, diretora da SBEM-SP, ao programa Caminhos Alternativos, da Rádio CBN, que foi ao ar neste sábado, dia 01/05

  • Novas classes de medicamentos auxiliam no tratamento do Diabetes

    Nas últimas décadas, a incidência do diabetes Mellitus cresceu rapidamente, em todo o mundo e, em especial, o Tipo 2, fato decorrente do aumento da obesidade, alimentação inadequada e estilo de vida sedentária. Só no Brasil, de acordo com projeções da OMS (Organização Mundial da Saúde) e da Federação Internacional de Diabetes, o número de pacientes com diabetes está entre 8 e 10 milhões. Já no mundo, são 270 milhões portadores da moléstia. “A doença cardiovascular é a principal causa de morbidade e mortalidade nos pacientes com diabetes tipo 2.

  • As 10 coisas que você precisa saber sobre o fumo

    Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo. Dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer) mostram que 10% dos fumantes chegam a reduzir sua expectativa de vida em 20 anos.
    A OMS estima que um terço da população mundial adulta seja fumante, ou seja, 1,2 bilhão de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres). Veja agora a lista de 10 coisas que você precisa saber sobre o fumo.

  • ENTENDA MELHOR A TIREOIDE

    Certamente você já escutou falar ou sofre de hipo ou hipertireoidismo. Uma das conseqüências desta doença está na variação de peso. Algumas pessoas, dependendo do nível do problema, chegam a ganhar 10% do seu peso. Para que você fique por dentro deste assunto, confira!

  • 10 coisas que você precisa saber sobre a Osteoporose

    O osso, além de promover sustentação ao nosso organismo, é a fonte de cálcio, necessária para a execução de diversas funções como os batimentos cardíacos e a força muscular. É uma estrutura viva que está sendo sempre renovada. Essa remodelação acontece diariamente em todo o esqueleto, durante a vida inteira. A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela diminuição de massa óssea, com o desenvolvimento de ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, tornando-os mais sujeitos a fraturas.

  • Brasileiros consomem mais refrigerante, diz pesquisa

    Pesquisa inédita feita pelo Ministério da Saúde mostra que o número de brasileiros que consome regularmente refrigerantes e sucos artificiais aumentou 13,4% em apenas um ano. Em 2008, 24,6% da população fazia uso da bebida cinco ou mais vezes na semana. Ano passado, esse porcentual subiu para 27,9%. “É um dado bastante preocupante, sobretudo pela velocidade do crescimento”, afirmou Deborah Malta, coordenadora-geral de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis do Ministério da Saúde.

  • Brasilieros estão comendo mais frutas e hortaliças

    Os brasileiros estão comendo mais frutas e hortaliças, mas menos feijão, mostra uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde. A proporção dos que consomem o alimento pelo menos cinco vezes por semana caiu de 71,9%, em 2006, para 65,8% em 2009.

  • Sibutramina tarja preta-SBEM-SP explica os impactos da mudança da receita à saúde no País

    Diante da polêmica gerada no último dia 30 de março, referente ao anúncio do Diário Oficial da União pela ANVISA (Agência de Vigilância Sanitária), sobre a mudança da receita do medicamento que contém sibutramina, a SBEM-SP (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Estado de São Paulo) leva à população esclarecimentos sobre os impactos do novo receituário à saúde no País.

  • Café após almoço diminui risco de diabetes, sugere estudo

    Um estudo francês com participação da USP encontrou indícios de que quem toma café na hora do almoço tem menor risco de desenvolver diabetes tipo 2. Foram avaliadas quase 70 mil mulheres. As participantes que tomavam um copo pequeno ou mais café na refeição tiveram um risco 34% menor de desenvolver a doença. O efeito foi observado em café com ou sem açúcar, cafeinado ou não. Mas o risco não diminuiu para quem tomava café fora do horário de almoço.

  • Anvisa restringe venda de emagrecedor

    A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) endureceu as regras para prescrição e venda de drogas para emagrecer que contêm sibutramina. A partir de hoje, elas deixam de ser vendidas com receita branca (de controle simples) e passam a ser vendidas com receita azul (de controle especial).

<< Primeira | < Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | Próxima > | Última >>